Loading...
Loading...

terça-feira, 29 de novembro de 2011

FIM DA EXCLUSIVIDADE PARA CONSIGNADO DEVE FAZER AS AÇÕES DO BANCO DO BRASIL CAIREM



A SENSIBILIDADE DO MERCADO DE CAPITAIS A FATOS COM REPERCUSSÕES  DE CARÁTER ECONÔMICO, ADVINDOS DE FATORES ESPECULATIVOS OU FUNDAMENTAIS É NOTÓRIA. PARA ISSO EXISTEM OS ANALISTAS DE MERCADOS, PROFISSIONAIS QUE TENTAM DEFINIR A TENDÊNCIA DE ALTA OU BAIXA DE AÇÕES DE UMA EMPRESA, OU DE EMPRESAS QUE ATUAM EM UM NICHO ESPECÍFICO.

OS FATORES ESPECULATIVOS SÃO PRODUZIDOS ARTIFICIALMENTE, INDUZINDO INFLUENCIAR OS RUMOS DO MERCADO. POR EXEMPLO, PLANTA-SE NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUE UMA EMPRESA  "Y" , ATUANTE NO RAMO DE EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO, TENHA DESCOBERTO UM GRANDE E PROMISSOR POÇO PRODUTOR DE ÓLEO. É CLARO, QUE NA VERDADE, A DESCOBERTA ACONTECEU MAS SEU POTENCIAL NÃO É O QUE FOI VEICULADO.

NESSE ÍNTERIM, ALGUNS ELEMENTOS,  RECEBEM COM MUITA ANTECEDÊNCIA, A INFORMAÇÃO DE FORMA PRIVILEGIADA, COMPRANDO AÇÕES DA EMPRESA PELA COTAÇÃO ATUAL, PARA NEGOCIAR EM ALTA, ANTES DE SER ANUNCIADO QUE O POÇO É ANTI ECONÔMICO.

SE A NOTÍCIA FOR VERDADEIRA, DA MESMA FORMA, OS ESPECULADORES  GANHARÃO COM ISSO, COMPRAM POR UM PREÇO "A" E NEGOCIARÃO POR "2A", SÓ QUE NESSE CASO O FUNDAMENTO FOI REAL.

OUTRO EXEMPLO SÃO AS POLÍTICAS MONETÁRIAS, SE ALGUM INDIVÍDUO SE RELACIONA OU TEM AMIZADE COM  ELEMENTOS DA DIRETORIA DE UM BANCO CENTRAL DE UM PAÍS "X", PODERÁ DE FORMA CRIMINOSA OBTER AS DITAS "INFORMAÇÕES PRIVILEGIADAS"  E  ANTES DE UMA MAXI OU MINI DESVALORIZAÇÃO CAMBIAL COMPRARÁ O DÓLAR NO MOMENTO CERTO E VENDERÁ COM GANHOS APÓS O ANÚNCIO DA NOVA POLÍTICA.

OS FATORES FUNDAMENTAIS QUE AFETAM O MERCADO SÃO ELEMENTOS CONCRETOS , A EXEMPLO DE: MUDANÇAS CLIMÁTICAS RADICAIS, FENÔMENOS NATURAIS - TERREMOTOS, FURACÕES, GUERRAS, CONVULSÕES SOCIAIS. 


ESSE PREÂMBULO FOI PARA OFERECER  UM SUPERFICIAL DISCERNIMENTO SOBRE O MERCADO DE CAPITAL, ANTES DE ENTRARMOS NO CERNE DA QUESTÃO DESSE ARTIGO, A DESVALORIZAÇÃO DAS AÇÕES DO BANCO DO BRASIL NA BOLSA DE VALOR.

NO CASO DA EXCLUSIVIDADE BARGANHADA COM O  BANCO DO BRASIL PELO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA E POR OUTROS ENTES DA FEDERAÇÃO, QUE TEM SEU DIAS CONTADOS EM VIRTUDE DE DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA ESTADUAL, FEDERAL E "CADE", LEVARÁ A ESTE BANCO PERDER UMA PARCELA DE EMPRÉSTIMO CONSIGNADO PARA OUTRAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS, POIS AGORA ELE TERÁ QUE LANÇAR MÃOS DESSA OPERAÇÃO USANDO DE EFICIÊNCIA E NÃO AMPARADO POR GUARDA CHUVA PATERNALISTA DESSES ACORDOS DE CARÁTER ESPÚRIO QUE FEREM A CONSTITUIÇÃO.

A PERDA PELO BANCO DO BRASIL, DESSA MASSA FINANCEIRA QUE REPRESENTA O CONSIGNADO,  MODALIDADE DE CRÉDITO QUE MAIS CRESCE NO PAÍS E QUE MAIS RECURSOS MOVIMENTA, PARA OUTRAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS QUE OFERECEM JUROS MAIS ATRATIVOS E EMPRESTAM PARA SERVIDORES COM RESTRIÇÃO CADASTRAL LEVARÁ A UM ENCOLHIMENTO DAS RECEITAS DO BANCO, QUE IMPLICARÁ EM PERDA DE VALOR PARA OS ATIVOS FINANCEIROS DO BANCO NEGOCIADO EM BOLSA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário