Loading...
Loading...

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

ARQUEOLOGIA NAVAL NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, RIQUEZA HISTÓRICA QUE DEVE PERMANECER AQUI


A HISTÓRIA DA BAHIA, OU PARTICULARMENTE DA CIDADE DE SÃO SALVADOR, TEVE COMO PALCO PRINCIPAL PARA SEUS ATOS, O MAR, O MISTERIOSO MAR DO GOLFO DE TODOS OS SANTOS, DE TODAS AS DIVINDADES, DE TODOS OS DEUSES. NESSE CENÁRIO, EXEMPLOS DE CORAGEM, VIRTUDE, SENSUALIDADE, HEROÍSMO, SE DESENROLARAM A BORDO DAS NOSSAS EMBARCAÇÕES, DOS NOSSOS SAVEIROS, NUM TEMPO MAIS PRÓXIMO, POIS É IMPORTANTE RESSALTAR QUE ANTES DO NEGRO E DO EUROPEU, POVOS INDÍGENAS OU TALVEZ OUTROS, JÁ HABITAVAM ESSA TERRA E NAVEGAVAM SOBRE ESSAS ÁGUAS.
SOB AS ÁGUAS DO MAR DA BAHIA, PRINCIPALMENTE NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS E CERCANIAS REPOUSAM VERDADEIROS TESOUROS ARQUEOLÓGICOS, NÃO PELO SEU VALOR PECUNIÁRIO, MAS PELO QUE ELES PODEM FALAR E ESCLARECER EM RELAÇÃO A NOSSA HISTÓRIA, NOSSA CIVILIZAÇÃO. TUDO QUE ESTÁ SOB AS ÁGUAS DOS NOSSOS MARES FOI RESULTANTE DA ATIVIDADE FRENÉTICA QUE OCORRERAM SECULARMENTE NA SUPERFÍCIE, SOBRE ESSAS MESMAS ÁGUAS.
GRANDE PARTE DOS NAUFRÁGIOS NA BAHIA FOI RESULTANTE DAS DIVERSAS BATALHAS NAVAIS ENTRE O COLONIZADOR PORTUGUÊS COM OS PRETENSOS INVASORES E DA PRÓPRIA LUTA PELA INDEPENDÊNCIA DA BAHIA, NESSE CASO CONTRA A ARMADA PORTUGUESA.
OUTROS FORAM CONSEQUÊNCIAS DE MAU TEMPO, SINISTROS E CAUSAS DAS MAIS DIVERSAS. ALGUNS DESSES SÃO INDICADOS EM REGISTROS DOCUMENTAIS DA ÉPOCA EM QUE ACONTECERAM, EXISTEM AQUELES QUE FORAM DESCOBERTOS E POUCO SE SABE SOBRE ELES.
EM NAÇÕES QUE PROTEGEM SEU PATRIMÔNIO CULTURAL, A MANIPULAÇÃO DOS DESPOJOS DE UM NAUFRÁGIO HISTÓRICO SÃO REGULADOS POR RÍGIDAS LEIS, QUE IMPEDEM A SAÍDA DE PEÇAS E SÓ GRUPOS OU PESSOAS AUTORIZADAS PODEM REALIZAR A EXPLORAÇÃO DO MESMO.
AQUELES OCUPANTES DE CARGO PÚBLICO, NO GOVERNO DA BAHIA E PREFEITURA DA  CAPITAL TÊM OBRIGAÇÃO DE TRAÇAR PARÂMETROS LEGAIS PARA QUE ESSES SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS QUE REPOUSAM NO FUNDO DOS NOSSOS MARES SEJAM RESGATADOS E CATALOGADOS DE FORMA CIENTÍFICA, OS RESULTADOS MATERIAIS FIQUEM EM EXPOSIÇÕES NOS MUSEUS DA BAHIA, NADA, SOB PRETEXTO ALGUM, DEVE SAIR DAQUI.
COMO ESTÁ NA MODA FALAR A RESPEITO DAS POTENCIALIDADES NÁUTICAS DA BAHIA, COMO SE FOSSE UMA DESCOBERTA DO MOMENTO E SÓ AGORA SE PENSA EM OPERACIONALIZAR ESSAS VANTAGENS COMPETITIVAS, ESPERAMOS QUE NÃO FIQUEM SÓ EM SEMINÁRIOS, ENCONTROS, CONFERÊNCIAS DE “DITOS CONSULTORES DA ÁREA”, A EXEMPLO DE OUTRAS INICIATIVAS DO PASSADO. ALERTAMOS QUE NESSE CONTEXTO DEVE-SE CRIAR MEIOS PARA IMPLANTAÇÃO DE CURSO SUPERIOR DE ARQUEOLOGIA NAVAL  E COM ISSO ESSES PROFISSIONAIS POSSAM DAR CONTORNOS CIENTÍFICOS A RICA CULTURA NAVAL DA BAHIA.
AOS RESPONSÁVEIS POR PROJETOS QUE LEVEM A ATIVIDADE NÁUTICA DE LAZER NA BAHIA  A SE FIRMAR, RESSALTAMOS QUE MERGULHO CONTEMPLATIVO DE NAUFRÁGIOS É UMA DAS VERTENTES DO TURISMO NÁUTICO,  QUE A BAHIA PODE SE DESTACAR A NÍVEL GLOBAL, PELO RICO ACERVO QUE POSSUI, OU DEVIA POSSUIR, POIS MUITO FOI LEVADO DE FORMA SORRATEIRA PARA OUTROS ESTADOS E AO EXTERIOR, É MUITO TRISTE COMO TRATAMOS O NOSSO LEGADO HISTÓRICO, QUEM NÃO PRESERVA SEU PASSADO NÃO PODERÁ TER PRESENTE E MUITO MENOS FUTURO
CONSIDERO O MAIS DRAMÁTICO NAUFRÁGIO OCORRIDO EM ÁGUAS BAIANA O DO GALEÃO “SANTÍSSIMO SACRAMENTO” OCORRIDO EM 5 DE MAIO DE 1668, QUE ENCALHOU, NUMA NOITE TEMPESTUOSA, ONDE O VENTO SUL SOPRAVA INTENSAMENTE, INDO DE ENCONTRO AO BANCO DE “SANTO ANTÔNIO” LOCALIZADO À  ENTRADA DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS.
HÁ RELATOS QUE HAVIA DE 400 A 800 PESSOAS A BORDO, SABENDO-SE APENAS QUE SE SALVARAM 70 PESSOAS. COMO SEMPRE, ESSE NAVIO FOI PILHADO POR DIVERSAS EXPLORAÇÕES REALIZADAS DE FORMA CLANDESTINA, QUANDO A MARINHA RESOLVEU ASSUMIR O RESGATE E IDENTIFICAÇÃO DOS DESPOJOS, POUCO RESTAVA, MESMO ASSIM GRANDE PARTE DESSE ACERVO FOI ENRIQUECER OS MUSEUS DO RIO DE JANEIRO, QUANDO DEVERIA ESTAR AQUI NA BAHIA. O GOVERNO DO ESTADO E A SOCIEDADE BAIANA DEVERIAM SE POSICIONAR E LUTAREM PARA QUE ESSE MATERIAL RETORNE A NOSSA TERRA.
COM A TRAGÉDIA DO "GALEÃO SACRAMENTO" O "FORTE DE SANTOS ANTÔNIO DA BARRA" RECEBEU UM FAROL EM 1698, SENDO O MAIS ANTIGO DO CONTINENTE E PRIMEIRO DO BRASIL. EM BREVE REALIZAREMOS UMA POSTAGEM DESSA IMPORTANTE CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA CIDADE DE "SÃO SALVADOR DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS".

OUTRO NAUFRÁGIO, MAIS CONTEMPORÂNEO, O QUAL PRESENCIEI, NO MESMO BANCO DE SANTO ANTÔNIO ONDE O SACRAMENTO SOÇOBROU HÁ SÉCULOS ATRÁS, FOI DO "CRAVO ARTEMIDI" EM SETEMBRO DE 1980.

ELE SE DESGARROU DAS AMARRAS FOI LEVADO PELA CORRENTEZA, ATÉ ENCALHAR EM UMA DAS BORDAS DO BANCO DE SANTOS ANTONIO NA ENTRADA DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS. EXISTEM CONTROVÉRSIAS E MISTÉRIO SOBRE ESSE EVENTO, FALA-SE QUE FOI PROPOSITAL POR QUESTÕES DE SEGURO, MAS TUDO É ESPECULAÇÃO. ELE VINHA DE VITÓRIA COM UM CARREGAMENTO DE FERRO GUSA,

O MOTIVO DESSE ARTIGO NÃO É FALAR SIMPLESMENTE DOS NAVIOS QUE FORAM A PIQUE EM DIVERSAS CASUALIDADES NO MAR DA BAHIA, BONS SITES EXISTEM PARA ISSO, O VERDADEIRO INTUITO É ALERTAR  AS AUTORIDADES GOVERNAMENTAIS DO ESTADO PARA QUE PROTEJAM ESSES ACERVOS DE MODO A PERMANECEREM AQUI, COMO LEGADO DE NOSSA CULTURA NÁUTICA, PARA   NÃO PERDERMOS MAIS UMA VEZ O BONDE DA HISTÓRIA.


ESSE LINK LEVARÁ VOCÊ AOS NAVIOS A PIQUE NA COSTA BAIANA COM RIQUEZA DE DETALHES: http://www.naufragiosdobrasil.com.br/, VEJA TAMBÉM: http://www.submerso.com.br/projeto_mam.html


JOSEMAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário