Loading...
Loading...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A FUNÇÃO ESTRUTURANTE E OPERACIONAL DO BULBO NA PROA DOS NAVIOS



VOCÊ JÁ DEVE TER PERCEBIDO EM ALGUMA TRAVESSIA MARÍTIMA AO OBSERVAR UMA EMBARCAÇÃO, UM PROTUBERÂNCIA  NA PROA, EM FORMA DE BULBO. ESTRANHO, NÃO É? TALVEZ DESTOANTE DA ESTRUTURA DO NAVIO. NADA DISSO, ESSA FORMA GEOMÉTRICA É DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA A OTIMIZAÇÃO DO DESLOCAMENTO DO CASCO SOBRE AS ÁGUAS.

OS EFEITOS DA PROA COM FINAL EM BULBO E SUA INFLUÊNCIA NA HIDRODINÂMICA DA RESISTÊNCIA DO CASCO EM RELAÇÃO A QUANTIDADE DE ÁGUA DESLOCADA PELO ANDAMENTO DA EMBARCAÇÃO, COMEÇOU A SER ESTUDADA NO SÉCULO XIX, MAS SÓ FOI UTILIZADA MACIÇAMENTE  NA DÉCADA DE 60 DO SÉCULO 20.

NÃO SEREI PROLIXO EM RELAÇÃO AOS CONCEITOS DE ENGENHARIA NAVAL QUE DESCREVEM A ATUAÇÃO DO BULBO EM RELAÇÃO AS ONDAS PROVOCADAS PELO DESLOCAMENTO DO NAVIO, MESMO PORQUE NÃO SOU ENGENHEIRO NAVAL NEM A MAIORIA DOS VISITANTES DO BLOG, ALÉM DE QUE UM ESPECIALISTA NA ÁREA NÃO TERIA SENTIDO EM LER O ASSUNTO NA FORMA QUE DESCREVO, FALO  PARA LEIGOS E CURIOSOS.

EM RESUMO, AQUELA FORMA ESTRANHA NA GEOMETRIA DO CASCO TEM A FUNÇÃO DE REDUZIR O ARRASTO DA EMBARCAÇÃO, E COM ISSO, QUANDO EM NAVEGAÇÃO,  O NAVIO CONSUMIRÁ MENOS COMBUSTÍVEL OU NECESSITARÁ DE MÁQUINAS MENOS POTENTES, O RESULTADO É MENOR CUSTO OPERACIONAL E AMBIENTAL: MENOR CONSUMO DE BUNKER - ÓLEO PESADO -;  E MENOS EMISSÃO DE GASES NA ATMOSFERA.

A POTENCIALIZAÇÃO DOS EFEITOS  OCORREM QUANDO O NAVIO ESTÁ CARREGADO, O BULBO ABAIXO DA LINHA D'ÁGUA.

O BULBO EM DIVERSAS OCASIÕES É ERRONEAMENTE INTERPRETADO COMO O NAVIO FOSSE QUEBRA GELO OU AUXILIASSE NESSA FUNÇÃO. ELE É OCO, E AS VEZES FAZEM PARTE DE ALGUM TANQUE DE LASTRO DO NAVIO, NÃO TERIA RESISTÊNCIA PARA ISSO.


DANILO CHAGAS RIBEIRO
FOTO: GUTO VIEIRA DA FONSECA

.
BULBO AMOSTRA, NAVIO EM LASTRO
CRÉDITO DA FOTO: RENAN RAUL


BULBO AMOSTRA, NAVIO EM LASTRO
CRÉDITO DA FOTO: RENAN RAUL


VEJAM A MARCA NA PROA, EM FORMA DE "b" INDICA QUE O NAVIO TEM BULBO, POIS SE O NAVIO ESTIVER CARREGADO, OUTRA EMBARCAÇÃO PASSANDO RENTE AO CASCO NÃO VERIA O BULBO, E COM ISSO OCORRERIA UM ABALROAMENTO. 
CRÉDITO DA FOTO: RENAN RAUL



VEJAM O LINK:

Nenhum comentário:

Postar um comentário