Loading...
Loading...

domingo, 10 de julho de 2011

A BAHIA PERDENDO ESPAÇO, ANTES NÃO ERA ASSIM



SENHORES,


FALAREMOS SOBRE ALGUMAS BAIXAS QUE A ECONOMIA BAIANA VEM SOFRENDO AO LONGO DOS ÚLTIMOS TEMPOS, PROMETENDO UM FUTURO NEBULOSO PARA NOSSO ESTADO.


                                                  AS PERDAS


    1)PERDEU EM 2008 DUAS UNIDADES DA “DOW QUÍMICA”, UMA PRODUTORA DE ESTIRENO, LOCALIZADA NO PÓLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI, E OUTRA  QUE PRODUZ POLÍMEROS DESTINADOS A CREMES E LOÇÕES, EM ARATU. MENOS EMPREGO, MENOS ARRECADAÇÃO DE TRIBUTO, MENOS GANHO COM LOGÍSTICA.

    2)EM DEZEMBRO DE 2010 FOI A VEZ DA “NOVELLIS” , PROCESSADORA DE ALUMÍNIO PRIMÁRIO, ENCERRAR SUAS ATIVIDADES, ERA A ANTIGA “ALCAN”. MENOS TUDO QUE FOI DITO ANTERIORMENTE.

3) SE COGITA, A SAÍDA DE UMA DAS EMPRESAS MAIS INTENSIVA DE MÃO DE OBRA NA BAHIA, A “AZALÉIA”. QUEM ESTEVE NA REGIÃO DE ITAPETINGA E EM SUA ÁREA DE INFLUÊNCIA, FICOU IMPRESSIONADO COMO  ESSA INDÚSTRIA ESTÁ PRESENTE NO AMBIENTE ECONÔMICO DESSA REGIÃO. SE ESSE DESASTRE ACONTECER, SERÃO QUASE 18 MIL DESEMPREGADOS, QUE NÃO TERIAM COM SER ABSORVIDO EM OUTRAS ATIVIDADES.

4) QUAL  SERÁ A PRÓXIMA? NÃO SEI, MAS DO JEITO QUE O CENÁRIO SE APRESENTA NA BAHIA, NÃO DEVE DEMORAR DE TOMARMOS CONHECIMENTO. E TEM CORRENTES AQUI NO ESTADO QUE DEFENDEM O FIM DA GUERRA FISCAL, É UM ABSURDO. A BAHIA TEM QUE JOGAR PESADO NO AMBIENTE FISCAL DO PAÍS, FOI ASSIM QUE CONQUISTAMOS INVESTIMENTOS ESTRUTURANTES COMO A FORD.

BONDADE DA UNIÃO PARA COM O NOSSO ESTADO, NÃO ESPERO, A BOA VONTADE É COM PERNAMBUCO, CEARÁ, RIO GRANDE DO SUL. POR OUTRO LADO, PARA SE AGIR AGRESSIVAMENTE, HÁ UM SENÃO, TEM QUE TER FORÇA POLÍTICA EM BRASÍLIA.

                                         
                                                  AS  PROMESSAS


1) TERMINAL PESQUEIRO, NA RIBEIRA, ANUNCIADO COM FANFARRAS, TRIO  ELÉTRICO, ISSO HÁ MAIS DE TRÊS ANOS, HOJE SÓ EXISTE NO LOCAL A PLACA.


2)  ANÚNCIO DE CONSTRUÇÃO DE TRÊS ESTALEIROS NA BAÍA DE TODOS OS SANTOS.  HÁ MAIS DE TRÊS ANOS. SÓ PROTOCOLOS DE INTENÇÕES. NESSE ÍNTERIM, PERNAMBUCO TEM HOJE  O MAIOR ESTALEIRO DO HEMISFÉRIO SUL, E JÁ GARANTIU MAIS 2. CEARÁ PROCURA ATRAIR UM PARA SEU TERRITÓRIO, RIO GRANDE DO SUL TAMBÉM TEM O SEU. E PERCEBAM QUE TEMOS A MAIOR BAÍA DO BRASIL.

3) PONTA NORTE DO PORTO DE SALVADOR E AMPLIAÇÃO DO PORTO DE ARATU, SE ARRASTAM HÁ MAIS DE UMA DÉCADA, SEM VERBAS, ENQUANTO "SUAPE" CRESCE, SE QUALIFICA, PECÉM IDEM. INVESTIR NOS NOSSOS PRINCIPAIS PORTOS PÚBLICOS É ESTRATÉGICO PARA O FUTURO ECONÔMICO DA BAHIA, PELOS EFEITOS MULTIPLICADORES PROPORCIONADOS. SÃO INVERSÕES MAIS PRIORITÁRIAS QUE O PORTO SUL E A FERROVIA LESTE OESTE.


                                                O QUE NÃO GANHAMOS


1) O CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DE VEÍCULOS DA “GM” PARA O NORTE E NORDESTE E A FÁBRICA DA FIAT, TODAS PARA PERNAMBUCO.

2) A UNIDADE DE POLÍMERO VERDE DA “BRASKEM” PARA A COPESUL, NO RIO GRANDE DO SUL.

3) A  MONTADORA DA “TOYOTA” PARA SÃO PAULO.

4) CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DA SADIA E PERDIGÃO, NO NORDESTE, PARA PERNAMBUCO


 É MUITO TRISTE O QUE VEM OCORRENDO COM A BAHIA,  O ENIGMÁTICO É QUE A IMPRENSA LOCAL NÃO PRODUZ NADA A RESPEITO DESSE ESVAZIAMENTO POLÍTICO E ECONÔMICO QUE OCORRE NO ESTADO, IDEM PARA A SOCIEDADE BAIANA EM SEUS DIVERSOS SEGMENTOS.




JOSEMAR SOUZA SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário