Loading...
Loading...

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

FÁBRICA DA FIAT PODE VIR PARA A BAHIA

CORREM ESPECULAÇÕES NO MEIO ECONÔMICO QUE A FIAT DESISTIU DE INSTALAR SUA FUTURA FÁBRICA EM PERNAMBUCO, EM RAZÃO DE FUNDAMENTOS ESTRATÉGICOS, A EXEMPLO DE POUCA ÁREA DISPONÍVEL EM SUAPE PARA FUTURAS AMPLIAÇÕES,  OS NOTICIÁRIOS APONTAM GOIANA COMO O NOVO LOCAL ESCOLHIDO. 

A BAHIA ENTROU NA DISPUTA, PELAS VANTAGENS COMPARATIVAS E COMPETITIVAS QUE OFERECE PARA UM EMPREENDIMENTO DESSE PORTE. DENTRE ELAS, ESTÁ O PORTO DE PONTA DA LAJE, QUE OPERA COM MENOS DE 50% DE SUA CAPACIDADE; O PARQUE DE AUTO PEÇAS SURGIDO NO RASTRO DA FORD; MÃO DE OBRA FORMADA E ESPECIALIZADA NESSE SETOR;  PROXIMIDADE COM O SUDESTE, MAIOR MERCADO CONSUMIDOR DE VEÍCULOS NO PAÍS, ALÉM DO PRÓPRIO NORDESTE.

                                        PONTA DA LAJE- FORD
                            http://candeiascidadedasluzes.blogspot.com/2009/10/porto-da-ford_20.html
                                           PONTA DA LAJE - FORD
                       http://candeiascidadedasluzes.blogspot.com/2009/10/porto-da-ford_20.html

ENQUANTO PERNAMBUCO TUDO ESTÁ POLITICAMENTE NO PAPEL, PETROQUÍMICA, REFINARIA, SIDERURGIA, NA BAHIA TEMOS TODOS ESTES SEGMENTOS INSTALADOS, ALÉM DE LIGAÇÃO FERROVIÁRIA COM O SUDESTE, QUE É UTILIZADA PELA FORD, E  OS NOVOS INVESTIMENTOS VISANDO AMPLIAR A CAPACIDADE DO TERMINAL DE CONTAINER DO PORTO DE SALVADOR.

POR OUTRO LADO, PARA QUE A FIAT VENHA A INSTALAR SUA FUTURA FÁBRICA NA BAHIA, ALÉM DE TODOS OS FUNDAMENTOS ECONÔMICOS E ESTRATÉGICOS CITADOS ANTERIORMENTE, PRECISAREMOS DE INTENSO COMBATE POLÍTICO.


JOSEMAR
VEJA A REPORTAGEM A SEGUIR:



Fiat admite mudar local da fábrica

0
0

Rate This
SUPOSIÇÃO Montadora teria pontuado que, se encontrar uma localização mais adequada, pode redesenhar o projeto apresentado inicialmente ao Estado de Pernambuco. Para o deputado Betinho Gomes, “bão dá mais para ficar em torno de especulações. Se a Fiat vem, ótimo. Não vem? Que se diga, então”>
A Fiat admitiu pela primeira vez, oficialmente, a possibilidade de mudar a montadora de veículos de Suape para Goiana. Desde a semana passada, porta-vozes do governo estadual e federal batem cabeça sobre o assunto. Ontem à tarde, a Fiat informou que se em sua busca por “áreas alternativas de investimento” encontrar uma localização adequada, “pode redesenhar o projeto” da fábrica apresentado inicialmente a Pernambuco.
Como tem feito desde a semana passada, a assessoria de imprensa da Fiat sublinhou que não há qualquer decisão tomada quanto à mudança. A grande diferença é que, até então, oficialmente, a montadora informava que Goiana poderia receber uma pista de testes de veículos e um centro de pesquisa e desenvolvimento. Mas negava a possível mudança da fábrica.
Somando os investimentos na montadora, a pista e o centro de pesquisa, o investimento da Fiat será de R$ 7,173 bilhões, sendo R$ 3,730 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 1,219 bilhão da Superintendência de Desenvolvimento Econômico e Social (Sudene) e R$ 790 milhões do Banco do Nordeste (BNB), com R$ 1,435 bilhão próprios.
O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, e o secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, semana passada garantiram que há negociações para a instalação de parte da Fiat em Goiana. Mas o superintendente da Sudene, Paulo Fontana, na última sexta-feira disse que a carta-consulta da Fiat para o empréstimo do projeto traz a localização da fábrica em Goiana, “com 100% de certeza”. Segundo ele, o terreno, de localização ainda não definida, será de 1.200 hectares.
Durante a tarde de ontem, Eduardo Campos comentou apenas que o governo já disse o que havia para ser dito. Horas depois, Tadeu Alencar, ao saber da declaração da Fiat, comentou estar surpreso com a informação. “Se eles estão evoluindo (na possível mudança), não fomos informados oficialmente”.
Na avaliação do deputado estadual Betinho Gomes, que há pouco menos de 2 meses visitou a fábrica da Fiat em Betim (MG), quando Goiana ainda não era cogitada como nova sede da fábrica, admite que, a esta altura, pelo conjunto de informações disponíveis, a tendência é de o Cabo de Santo Agostinho deixar de sediar a montadora. “Não dá mais para ficar em torno de especulações. Se a Fiat vem, ótimo. Não vem? Que se diga, então”, criticou o parlamentar.


2 comentários:

  1. Ao contrário do que vc postou em 30 de novembro de 2011, o porto de Suape recebeu mais dois Portêiners iguai aos três que chegaram à Salvador. Com isso Suape fica com 06 contra cinco (+01?) de Salvador. Ah! Veio no mesmo navio.

    ResponderExcluir
  2. Que venha para Salvador a Fiat estamos de braços abertos para recebe-los. Temos a melhor e mais qualificada mão de obra!!!!

    ResponderExcluir